Sagui-da-Serra-Escuro

Callithrix aurita

Informações:

Longevidade: 

Dieta: Os saguis-da-serra-escuro são animais insetívoros-frugívoros-gomívoros, se alimentando também de fungos encontrados em bambus.

Peso: Em média 400 g

Tamanho: Comprimento cabeça-corpo: 224 mm

Comprimento cauda: 202 mm

Habitat

Na natureza, os saguis-da-serra-escuro habitam áreas marginais de florestas estacionais semideciduais e florestas ombrófilas densas da mata atlântica no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, mas apresentam tolerância a ambientes diferentes quando não existe a presença de outros indivíduos do gênero Callithrix  no lugar. Eles ocorrem ao longo de uma ampla variação altitudinal, de 80 a 1.750m acima do nível do mar (tá 1375m no site do icmbio), e estão entre os membros do gênero Callithrix que habitam condições climáticas mais extremas, suportando temperaturas inferiores a 0°C. Por isso o nome popular “sagui-da-serra-escuro”.

Aparência

O sagui-da-serra-escuro possui uma face branca que lembra um pequeno crânio, o que faz com que ele seja conhecido como sagui-caveirinha também. Ele possui a coloração do corpo negra e pode ter manchas ruivas, tufos de pelos brancos saindo das orelhas e uma faixa ocre no topo da cabeça.

Reprodução

Os saguis-da-serra-escuro vivem em grupos compostos por dois a 11 indivíduos e, normalmente, há apenas um casal reprodutivo por grupo. A reprodução pode acontecer duas vezes ao ano, com duração gestacional de quatro a cinco meses e como forma de minimizar o gasto de energia e aumentar a sobrevivência da prole, todos os membros do grupo carregam os filhotes enquanto não estão sendo amamentados.

Contato

ccss@ufv.br